18 02 2010

Como uma gaveta, ou uma arca que se tornará mítica após a minha morte, estes bits, que aparecem sob o meu nome e ninguém conhece, vão-se multiplicando em pastas vazias com etiquetas coladas no frontespício, como declarações de intenções e ideias de projectos que poderão um dia ou nunca ser levados a cabo. Tendo ou não continuação, a sua presença faz-se aqui sentir, como um dedo apontado que, apontado à minha vontade, me belisca a consciência para me lembrar do que um dia prometi…

Hoje acrescenta-se mais um separador nas pastas da gaveta: CELLULOID.

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: