Sopa de Letras

As letras andam por aí à solta, é só olhar para um lado ou para o outro e é vê-las a passar, basta estar atento, basta abrir os olhos, despertar os sentidos e elas entram-nos pelo sistema dentro e tomam conta de nós como algo que preenche o vazio de uma tela dando-lhe cores e nuances que transformam o branco original sem nunca o apagar, dando-lhe antes a importância de uma matriz renascida sob a tela de uma nova natureza que nos protege e aquece por dentro como uma canja em cama de engripado.

Têm tantas faces como as vidas da natureza, ora são les belles lettres como les belles infidèles e podem ser o que delas fizermos, mas nunca deixam de ser belas e magnéticas como só as maiores paixões e nunca se esgotam como os grandes amores…

LER…

Beat Generation

Alguns textos fundamentais sobre a Beat Generation

John Clellon HolmesThe Name of the Game

John Clellon Holmes Esta é a Beat Generation

Beats

Allen Ginsberg

Gregory Corso

Jack Kerouac

John Clellon Holmes

William S. Burroughs



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: